11 de julho de 2011

Equipamentos Utilizados na Equoterapia


Manta grossa de lã ou espuma: para seu maior conforto e proteção do cavalo e cavaleiro, que deve envolver todo o dorso e as regiões laterais do tronco do cavalo, sendo presa na barriga do cavalo por uma cinta, que também absorve o excesso de suor.

A embocadura: é uma peça de metal constituída de suas argolas ligadas entre si por um bocal de metal, articulado no centro ou não (bridão ou freio leve, respectivamente), que é colocado na boca do cavalo, por onde se transmite diretamente o comando para o cavalo, exercido pelas mãos do cavaleiro nas rédeas.

A cabeçada: é uma peça dos arreios, confeccionada em couro, que se coloca na cabeça do cavalo com uma parte do focinho, onde se prende a embocadura.

Cabresto: que se coloca na cabeça do cavalo, ou guia de trabalho para cavalo, que é uma tira longa de couro e é presa na cabeçada, serve para indicar o caminho que será percorrido com o cavalo durante a sessão de tratamento.

Cilhão: é uma tira larga de couro acolchoada que serve para segurar. Ela é colocada no dorso do cavalo.

Estribos: são duas peças de metal ajustado ao cilhão para o cavaleiro subir e firmar os pés quando montado no cavalo e para apear.
Além dos materiais de montaria, são utilizados também, dependendo do caso, materiais para estimulação, como bastão, bambolê, bola, jogos, argolas, bandeiras, cones balizas e outros.
Para a realização da equoterapia, o local deve ser tranqüilo, em contato com a natureza, que pode transmitir ao praticante uma sensação de calma e tranqüilidade, proporcionando-lhe relaxamento maior a cada sessão.
É interessante ressaltar também a importância de o terreno possuir um solo macio, ou seja, deve ser um terreno com solo de areia, serragem, grama ou terra fofa, para suavizar as batidas das patas do animal ao solo, fazendo com que o impacto causado seja de menor intensidade. Dependendo da patologia, devemos ter um pedaço de terreno com irregularidades, ou seja, um pedaço em declive, outro plano, com um pequeno monte, para se estimular o equilíbrio, forma muscular e coordenação de formas variadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário