2 de agosto de 2011

Playground para crianças especiais


Criança e parquinho têm tudo a ver. Crianças especiais, no entanto, precisam de brinquedos adaptados para passar por essa lúdica e importante experiência. A preocupação de permitir o acesso de todos à educação e ao lazer começa a chegar aos playgrounds de parques públicos. Na cidade de São Paulo, por exemplo, foi aprovada uma lei que permite a instalação de playgrounds especiais em parques públicos. Com isso, o município pode destinar parte da verba do orçamento para a compra dos equipamentos. "Em São Paulo, daremos preferência a regiões da periferia, porque os parques do Centro se encontram mais bem equipados", afirma Cláudio Prado (PDT), autor do projeto. Outras cidades, como São Bernardo do Campo e Rio de Janeiro, já solicitaram a compra. O playground permite que crianças em cadeiras de rodas desfrutem o mesmo brinquedo que as outras. No balanço, por exemplo, existe uma plataforma para a cadeira. O que também foi feito no carrossel. Parques privados também começaram a modificar a estrutura física para receber crianças deficientes. A AACD (Associação de Assistência à Criança Deficiente) presta assessoria a um deles. A instituição, além de orientar mudanças no mobiliário arquitetônico, também está treinando os funcionários. "Essas ações são valiosas e necessárias. É uma conquista inédita brincar no parque, um passo para a integração e sociabilização da criança", ressalta Antonio Carlos Fernandes, ortopedista pediátrico, diretor clínico da AACD. O trabalho é lento e gradual, mas vale a pena, não é? 

Um comentário: