3 de outubro de 2012

Antônio Luiz Seabra



Impossível falar do brasileiro Luiz Seabra sem tocar no assunto Natura, pois ele  fundou a Natura Cosméticos em 1969, e desde então ela faz parte da vida dele.
Humanismo, equilíbrio e transparência, são os valores que guiam os passos da Natura.
Tudo começou numa  loja pequena  na rua Oscar Freire em São Paulo onde ele mesmo formulava e vendia seus cosméticos.  Seabra conta que nas vésperas e no dia da inauguração, ele captava clientes pela rua oferecendo uma rosa branca  com uma mensagem que dizia:
"Pense em nós, nós pensamos em você.
Gostamos do mundo, dos dons da vida, da música, da amizade, do elo que nos une, da mística engrenagem dos momentos, aprendemos a força do amor.
Com amor, muito amor, nós fabricamos beleza.
Venha nos conhecer."

Durante o encontro com a Natura no final de semana, tive o privilégio de conhecer e ouvir um pouco de suas palavras que tanto me inspirou:


"Goza a euforia do vôo do anjo perdido em ti.
Não indagues se nossas estradas, tempo e vento, desabam no abismo.
Que sabes tu sobre o fim?
Se temes que teu mistério seja uma noite, enche-o de estrelas.
Conserva a ilusão de que teu vôo te leva sempre para o mais alto.
E no deslumbramento da ascensão se pressentires que amanhã estarás mudo, esgota, como um pássaro, as canções que tens na garganta.
Canta. Canta para conservar a ilusão de festa e de vitória.
Quem sabe as canções adormeçam as feras que esperam para devorar o pássaro.
Desde que nasceste não és mais do que um vôo no céu.
Rumo do sol?
Que importa a rota?
Voa e canta enquanto resistirem as asas."
Menotti Del Picchia


"Que o caminho seja brando a teus pés,
O vento sopre leve em teus ombros.
Que o sol brilhe cálido sobre tua face,
As chuvas caiam serenas em teus campos.
E até que eu de novo te veja,
que os Deuses te guardem nas palmas de Suas mãos

Que a estrada abra à sua frente,
que o vento sopre levemente em suas costas,
que o sol brilhe morno em e suave em sua face,
que a chuva caia de mansinho em seus campos.
E até que nos encontremos de novo...
Que os Deuses guardem, você na palma das suas mãos.

Que as gotas da chuva molhem suavemente o seu rosto,
que o vento suave refresque seu espírito,
que o sol ilumine seu coração,
que as tarefas do dia não sejam um peso nos seus ombros,
e que Deus envolva você no seu manto de amor."



Nenhum comentário:

Postar um comentário