17 de fevereiro de 2013

Necessidades diárias do cavalo

O cavalo precisa de 16 horas diárias de mastigação. Por isso, o feno deve ser dado à vontade, se o animal não fica no pasto. Mesmo se a sua fome já estiver sido saciada, ele continuará mastigando para satisfazer essa necessidade.

Ele necessita de quatro horas de sono que não são contínuas. Vinte e quatro horas de relacionamento social. Se ficar em isolamento, ele se sente inseguro, pois está sendo contrariado no seu instinto de manada e poderá ter problemas digestivos e apatia. A insegurança gera agressividade. Se ficar muito tempo confinado, numa baia, por exemplo, poderá apresentar problemas de aprumos, agressividade e aprende a defender acirradamente o seu espaço individual.

Se houver falta de exercícios ou exagero nas atividades físicas, ele poderá ter cólicas, problemas de locomoção, problemas no casco, apatia ou motricidade exacerbada, além de apresentar taras como tique de urso, por exemplo, onde o animal balança sem parar, como um urso. Necessita de movimentação. Por isso, deve ser exercitado sempre. Ou então, ser solto no pasto que ele próprio se encarrega de se exercitar.

Gabriele Brigitte Walter, coordenadora do Curso Seleção, Doma e Treinamento do Cavalo para Equoterapia, ressalta que o estudo dessas necessidades vitais do cavalo é essencial, pois permite que, mesmo tendo que contrariar a natureza, possamos estudar soluções viáveis que preservem a integridade física e psíquica do animal. Com isso, ele não adoecerá e estará apto a aprender quaisquer ensinamentos.

Fonte: CPT – Centro de Produções Técnicas

Nenhum comentário:

Postar um comentário