13 de maio de 2013

Dia do Zootecnista

No dia 13 de maio de 1966, em Uruguaiana, Rio Grande do Sul, era criado o primeiro curso de Zootecnia no país. Um terço da riqueza produzida no país tem origem no campo.
Nestas quase quatro décadas de existência do Curso de Zootecnia, os Zootecnistas já formados, sem dúvida alguma, têm apresentado relevantes contribuições ao avanço social e econômico do nosso país, através do fomento à nossa pecuária e ao desenvolvimento produtivo dos nossos rebanhos, bem como estudando alternativas de produção racional de diferentes espécies animais, nas mais variadas condições.


"No âmbito profissional, e como os equinos requerem cuidados especiais, como
critérios de escolha para esta atividade, manejo das instalações, manejo nutricional, e dos
próprios animais, o acompanhamento de um zootecnista no centro de equoterapia é de
fundamental importância para seu adequado funcionamento", estudante de zootecnista Carlos Augusto Stacanelli de Avelar.

Zootecnia

É a busca de maior produtividade e rentabilidade na criação de animais e no desenvolvimento de produtos como carne, ovos, leite e seus derivados. Por meio de planejamento agropecuário, pesquisas nas áreas de seleção e melhoramento genético e técnicas de nutrição e reprodução, o zootecnista atua em toda a cadeia produtiva animal. Coordena a criação de rebanhos bovinos, ovinos, suínos e aves e busca seu aprimoramento genético. Pesquisa nutrientes, acompanha a fabricação e controla a qualidade de rações, vitaminas e produtos de saúde e de higiene para os animais. Trabalha também nas indústrias alimentícias, na produção de alimentos de origem animal, como laticínios, frios e embutidos.

Fonte: Universidade Católica de Goiás/Guia do Estudante

Nenhum comentário:

Postar um comentário