7 de novembro de 2013

Analista de sistemas cria aplicativo para ajudar filha especial a se comunicar

Clara tem paralisia cerebral e se comunica através de um aplicativo criado pelo pai.

       O analista de sistemas Carlos Edmar Pereira usou seu conhecimento para transformar a vida da filha. Clara tem seis anos e é portadora de paralisia cerebral devido a um erro médico na hora do parto. "Ela tem uma inteligência de uma criança de seis anos de idade. Mas fato dela não falar complicava muito. E são 15 milhões de brasileiros como ela", contou ele.
      Para ver a filha mais livre, Carlos criou um aplicativo para tablet chamado Livox – Liberdade em voz alta, que possibilita que pessoas digam o que querem comer, que precisam ir ao banheiro, que estão sentindo dores e até chamar o nome de  alguém específico. Carlos começou a fazer perguntas, a filha identificava visualmente o que queria dizer e respondia às questões do pai. "A comunicação é o nosso direto mais básico. Se uma pessoa não consegue se comunicar, fica difícil saber o nível de entendimento que ela tem", explicou ele.
     Carlos recebeu um prêmio importante na área de conteúdo digital por ter criado o melhor aplicativo de inclusão do Brasil. No país, já são cerca de duas mil pessoas usando a ferramenta desenvolvida por ele.


Nenhum comentário:

Postar um comentário