8 de novembro de 2013

Cólica: a inimiga número um dos cavalos

A cólica, ou dor abdominal, é uma das principais causadoras de mortes em cavalos. Ela aparece muitas vezes de forma inexplicável.

É muito provável que você já tenha ouvido falar ou até já presenciou a morte de animais por esse problema, pois realmente é um dos problemas que acontecem com maior frequência no mundo equino. O cavalo coloca as orelhas levemente para trás numa expressão de dor, cava e bate no solo com os membros anteriores, sua muito, deita e rola no chão, permanecendo inquieto e recusa o alimento. A cólica é grave e muitas vezes pode ser fatal, mas existem algumas maneiras de prevenir seu cavalo dessa enfermidade: 
    • Não alimente seu animal logo depois do trabalho, principalmente se esse for intenso;
    • Após o trabalho, enquanto o animal ainda estiver “quente”, não dê banho com água fria nem forneça água muito gelada;
    • Se o cavalo fez uma refeição que envolveu concentrados (ração e grãos), trabalhe ele somente após 2 horas dessa refeição;
    • Procure compor a alimentação do seu animal com 50% em peso de matéria seca de volumoso, isto é, capim e feno, de boa qualidade;
    • Mantenha sempre água limpa a disposição do seu animal;
    • Procure deixar seu animal o máximo de tempo possível em piquete, para que ele possa caminhar livremente;
    • O cavalo possui estômago pequeno em relação ao tamanho do corpo, por isso não dê mais de 2,5 kg de concentrado por refeição;
    • Não forneça alimentos muito finos que possam formar uma “pasta” e obstruir os tubos digestivos;
    • Divida a ração no máximo de vezes possível, mas pelo menos 2 vezes por dia, sempre em horários regulares;
    • Não troque a alimentação do animal bruscamente, vá fazendo a adaptação aos poucos.
    • Mantenha um programa de desverminação adequado para o seu animal.

Essas são apenas algumas dicas para prevenir a cólica, mas infelizmente não elimina a chance de acontecer. Então, se houver suspeita de cólica, chame imediatamente um médico veterinário.


fonte: www.cavalosdosul.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário